Rua Vieira de Morais, 1111 - Campo Belo | SP
11 5561-9546
contato@nptronics.com.br

O poder da respiração

O poder da respiração

A revista Ser Médico do CREMESP publicou na sua edição 78, ano XX, referente a jan/fev/mar de 2017, na página 31, uma notícia não assinada com o título acima mencionado.

A notícia informa que se você respirar fundo, fizer uma pausa e soltar o ar lentamente, contando até 5, e repetir isso quatro vezes, você acalma o seu sistema nervoso.

Segundo o artigo, isso ocorre por que a respiração controlada (há várias técnicas) reduz o estresse, melhora o sistema imunológico, reduz a insônia, e depressão e o déficit de atenção. E o artigo continua, informando que mudar conscientemente a respiração pode mandar sinais para o cérebro ajustar a atividade do ramo parassimpático do sistema nervoso autônomo, diminuindo a frequência cardíaca e a velocidade de digestão, promovendo uma sensação de calma.

Também é reduzida a atividade do ramo simpático, que controla a liberação de hormônios ligados ao estresse, como o cortisol, segundo explicação do Dr. Richard Brown professor clínico associado de Psiquiatria da Universidade de Columbia, coautor do livro “O Poder da Cura pela Respiração”.

Este texto parece familiar? A sensação de calma obtida através da respiração tem alguma semelhança com a chamada coerência cardíaca? Pode-se completar essa notícia informando que melhor ainda que realizar as atividades sugeridas no segundo parágrafo, pode-se realmente visualizar o atingimento da coerência cardíaca, como também é possível realizar exercícios mais completos, que incluem os exercícios respiratórios, através do biofeedback cardíaco, também conhecido como biofeedback da variabilidade da frequência cardíaca – VFC (HRV em inglês).

Você sabe que no Brasil já existe uma ferramenta de biofeedback cardíaco (HRV) disponível para auxiliar no tratamento da ansiedade? Para saber mais sobre essa ferramenta chamada cardioEmotion, faça download do e-Book “Como tornar visível o invisível: visualizando as reações psicofisiológicas por meio de biofeedback”.


Sobre o autor deste post: Colunista do blog do cardioEmotion, Dr. Fernando é formado em medicina pela USP, pós graduado em administração de empresas pela FGV, possui mais de 40 anos de experiência como executivo de sucesso em empresas multinacionais do ramo farmacêutico, além de escritor e tradutor sênior.

Comentários: 2

  1. Carlos Ossola disse:

    Respiração prânica dos yogues já conhecida há milênios na India. Quando essa forma de respiração profunda se torna automática, inconsciente como a normal, a pessoa atinge a saúde total – mental, emocional e espiritual.

  2. Espedito Afonso da Silva disse:

    Tenho acompanhado os artigos publicados, e isso me faz ficar atualizado com o que acontecendo nessa área.

Os comentários estão fechados.

Fale conosco
Olá, como podemos te ajudar?
Olá, como podemos te ajudar?